Conheça o Estilo Japandi e se inspire

Luminna PlanejadosNovidadesComentar

A decoração de ambiente é fortemente impactada por diferentes culturas e estilos lançados e igualmente relançados ao longo do tempo. Alguns conceitos de decoração estão amplamente divulgados em revistas e sites especializados, outros nem tanto. Por exemplo, você já ouviu falar do estilo Japandi?

Em revistas, sites e conteúdo especializado se torna possível aprender inúmeros conceitos novos, como é o caso do estilo Japandi que detalharemos aqui.

O que é o estilo Japandi? 

Com base em tudo o que tem acontecido no mundo as pessoas estão parando para refletir fortemente sobre o estilo de vida que estão levando. E diante dessa reflexão estão diminuindo o ritmo frenético adotado como sinônimo de vida moderna. Nesse momento a ideia é que se valorize as raízes e igualmente admitam que algumas coisas devem ficar para trás, enquanto se olha para o futuro.

Para isso é fundamental a concepção de ambientes mais bonitos e aconchegantes. A ideia do estilo Japandi vai exatamente de encontro com isso. Por definição, esse estilo consiste na fusão entre o tipo japonês e o nórdico escandinavo. A partir do conceito aplicado do Japandi os decoradores esperam se aproximar de uma composição moderna e elegante.

Também está entre os objetivos dos decoradores a aproximação com o conceito Wabi Sabi, que pode ser entendido como a busca da perfeição no imperfeito e igualmente do Hygge, que valoriza o aconchego do local e a alegria em se estar vivo.

O que é o Wabi Sabi?

O estilo Japandi casa dois estilos totalmente diferentes, mas ao olhar de perto a impressão que se tem é que esse casamento dá mais do que certo. O resultado é uma decoração com ar zen e totalmente minimalista e essa é justamente a premissa que é resgatada do Wabi Sabi e também do conceito de Hygge, apreciação do que há de melhor na vida, assim como o que há de mais simples e singelo.

O resultado da mistura do Wabi Sabi e do Hygge no estilo Japandi é uma casa extremamente organizada, harmoniosa, equilibrada, bem iluminada e o mais importante de tudo, extremamente funcional.

Principais características do Japandi

Apesar de ser resultado da mescla de outros conceitos, como os mencionados acima, o estilo apresenta características próprias que lhe são inteiramente particulares.

Dentre as expressões que o resumem esta sensação de aquecer, e aqui podemos entender como aconchego, funcionalidade e simplicidade.

Essas são as principais palavras para definir o estilo Japandi, mas há outros que podem muito bem sintetizar a sua ideia, como, por exemplo, minimalismo, inovação, capacidade de fluidez, nada de extravagância e padrões gritantes.

Além disso, temos a presença de tons suaves, neutros, leves que são harmoniosamente combinados com tons pastéis, assim como com painéis de madeira, nos cômodos em que estes se fazem justificáveis.

De modo geral a composição do ambiente no estilo Japandi é bem limpo e os objetos devem ser cuidadosamente escolhidos para que o local não pareça frio e pouco acolhedor. Apesar de parecer limpo, o ambiente nesse estilo não deixa nada a desejar.

Para evitar que o ambiente aparente frieza demasiada, uma das estratégias do Japandi é recorrer a artigos decorativos e móveis de madeira, sempre os mais simples.

Como reproduzir o estilo Japandi?

A partir do conhecimento das características do estilo, é possível reproduzi-lo. Antes de entender como é possível fazer isso, vale a pena destacar que o estilo Japandi pode muito bem ser aplicado em casas pequenas que precisam que seus espaços sejam otimizados e muito bem aproveitados.

Dentro dessa ideia de que menos é mais é possível montar espaços muito bem elaborados com itens e objetos funcionais que auxiliam no dia a dia.

Para a reprodução do estilo Japandi é preciso estar atento a alguns fatores, como, por exemplo, a paleta de cores escolhida. Ela possui cores sóbrias, com tons calmos, que seriam comuns no humor escandinavo ou na arquitetura japonesa.

Além das cores é preciso que o interessado em adotar o estilo se atenha quanto às texturas presentes, o trabalho feito artesanalmente tem grande valor no estilo Japandi. E as suas possíveis imperfeições consiste no que tornam as peças únicas e não devem estar escondidas, mas evidenciadas.

Outro ponto que merece igual destaque para a reprodução do estilo diz respeito aos materiais utilizados. Para esse estilo se prioriza os materiais com maior organicidade. Um exemplo é a madeira, amplamente valorizada e utilizada no estilo Japandi. Veja os detalhes abaixo:

Cores utilizadas

As cores adotadas no estilo Japandi são cores calmas, como cores terrosas, e há muitas propostas colocadas a partir do verde-escuro, do preto, branco, azul da Prússia, ocre, caramelo e até mesmo o cinza puxado para o acastanhado.

Apesar de o azul não ser muito forte no estilo ele não deve ser ignorado, uma vez que pode ser utilizado para harmonizar ambientes com o uso dessas cores inicialmente mencionadas. Além disso, a própria medicina oriental acredita na harmonização a partir do equilíbrio dos elementos. 

Texturas

O trabalho artesanal tem forte apreço e está diretamente ligado com a redução do ritmo de vida, uma vez que artigos artesanais não estão sendo produzidos massivamente. No caso das texturas, tanto para almofadas, mantas e corretos, opte por elementos naturais.

Possíveis imperfeições totalmente naturais em produtos artesanais, não devem estar escondidas na composição. No estilo Japandi eles são valorizados e enaltecidos, sendo o que caracteriza uma peça única, o puro resultado do trabalho manual sobre o material utilizado.

Formas

Nada extravagante deve estar presente no estilo Japandi. Esse estilo está marcado fortemente pelo minimalismo e isso deve ser respeitado também na hora de escolher os itens decorativos.  Nesse sentido, a escolha das formas é feita pelas mais simples, com linhas retas, geometrismos.

As curvas presentes no estilo trazem leveza ao ambiente, o Japandi tem uma marca forte na simplicidade.

Dentre os móveis as formas que mais se destacam são as mais baixas, que lembram bem a cultura oriental. Os móveis rebaixados trazem uma ótima sensação de acolhimento e aconchego.

Cantinho Verde

O toque final no estilo Japandi se dá com o chamado cantinho verde que consiste em uma dose de plantas que compõem e muito bem a decoração. Como toda a composição do estilo, a dose de plantas que compõem o cantinho verde tem inspiração no estilo japonês e também no estilo escandinavo.

A ideia é escolher plantas que não dê flores ou se eventualmente der, que as escolhas integrem todas a mesma paleta de cores.

Conheça a Luminna Planejados

A Luminna Planejados já atua no mercado de móveis de São Paulo há mais de 25 anos. Os diferenciais passam pelos cinco anos de garantia oferecidos para clientes e a disponibilização de uma equipe própria de montagem e instalação. Além disso, os móveis planejados possuem o design e a durabilidade de materiais 100% MDF com cores exclusivas de móveis e vidros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.